Músicas, Seriedades, Burridades e Coisas Ogonorantes.

Um blog para quem não tem nada para fazer. Para pessoas que vieram do nada e hoje não tem porra nenhuma.

domingo, 29 de setembro de 2013

O vício fez o monstro.

O Tite treinou tanto o time do Corinthians a se defender, que hoje não sabe mais atacar. É um negócio pavoroso, vergonhoso. Se nada for feito agora, tem muitas chances de encontrar o Paysandu ano que vem. Pra mim já deu o que tinha que dar, entrega o bilhete azul pro homem, agradece e contrata o Arthurzinho, fala sério. O Tite errou a partir do momento que pediu a diretoria que contratasse o Ibson. O filho duma égua não deu certo nem no flamengo...Infelizmente meu time merece tudo isto que está passando. 

Como desmentir?!

Meu Botafogo vai confirmando a tradição de ser o verdadeiro cavalo paraguaio. Ontem foi horroroso contra a Ponte Preta, todos desaprenderam a jogar, nenhum se salvou, aliás o Jerfferson continua a ser exceção. Não sei se ainda vale a pena sonhar com uma vaga para Libertadores. Pelo que jogou nas últimas 5 partidas, é melhor torcer por um 8º ou quem sabe o 6º lugar. Uma pena! Com essa perdi até o ânimo de atualizar o blog hoje.

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

É essa...

A FIFA pensou na Vanusa, pensou até no Lula que tem uma voz límpida e uma dicção perfeita. Por fim acabou cedendo e atendendo o pedido do Senhor da Piedade, que tem uma puta moral com esse tal Blater. A cantora oficial da copa é essazinha aí do filme, que utiliza o esperanto (língua universal) para cantar o hino nacional. Olha que sou contra nepotismo e pedidos políticos, mas a indicação do Senhor da Piedade vai agradar cegos e surdos.
video

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Meus salamaleques.

Hoje  a dupla de primos Tonho e Beto, que devem entortar em algum ponto da cidade que tenha gelada, está comemorando aniversário. Apesar de não serem gêmeos, bebem a mesma quantidade de cerveja, e como eu gosto dos dois de graça, gasto meus últimos vinténs pagando esse anúncio caro pra burro nesse blog mercantilista. Coloca aí a mensagem paga.

"Data especial, o dia em que Deus escolheu para você conhecer este mundo. Dia especial por que o mundo teve a oportunidade de ser presenteado com uma pessoa tão brilhante. Momento maravilhoso, pois quem teve o privilégio de conhecer ou estar perto nunca mais te esquece."

Vale dizer que copiei essa mensagem de um site evangélico. Espero que vocês gostem.

Falta de oportunidade.

O governo vive dizendo que a oferta de emprego está bamburrando, qual nada! Nossa amiga Sheila não teve opção e optou pelo O pição.
Se eu fosse mulher com mais de 30 kilos, e com todos esses predicados que a Sheila tem, estava fudendo pra caralho só com barão. Colocar anuncio em jornal ao que parece não é tão lindíssima e irresistível assim. 

O Renascer do Leixão

O projeto do Aurélio para o Baendão ficou tão bom que vai ser comprado e logo em seguida demolido pela Leão Moreira, que voltou com toda carga para trocar o Baenão Moreira pelo Leixão do Aurá. Estamos em contato permanente com o Pirão para obter mais detalhes do troca-troca, e tão logo se tenha notícias, repassaremos para vocês. De antemão já se sabe que a primeira alteração prática que essa permuta resultou foi a mudança de postura dos torcedores na hora de cantar o hino azulino. Em vez de colocar a mão no peito, todos devem tapar o nariz. Como o hino é imenso, lá pela 12ª estrofe o efeito será fantástico, ou seja, todos os torcedores ficarão azulinos sem fôlego, é o tal fenômeno azul. Uma beleza!

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Maurição explica.

Depois de uma semana agitada no Supremo Tribunal de Justiça, meu amigo Maurício Lelis mandou essa explicação bem didática sobre embargos infringentes.
- Pai, o que são Embargos Infringentes?
- É o seguinte, imagine que nossa casa seja um Tribunal e que quando alguém erra, é julgado e todos podem votar! Um dia, por exemplo, o papai comete um deslize: É pego traindo sua mãe com 3 prostitutas.
Eu irei a julgamento. Sua mãe, a mãe dela, o pai dela, sua irmã mais velha, você e seu irmão mais velho, votam pela minha condenação. Meu pai, minha mãe, o Totó e a Mimi, nossa gatinha, votam pela minha absolvição.
- Tá pai, mas aí você é condenado, não?
- Sim, fui, aí é que entram os tais dos "Embargos Infringentes" meu filho. Como eu ganhei quatro votos a favor da minha absolvição, tenho direito a um novo julgamento.
- Mas pai, no novo julgamento todos vão votar do mesmo jeito.
- Não se eu tiver trocado a sua mãe, o pai dela e a mãe dela pelas três prostitutas...

Tristezas do futebol de domingo.

O meu Corinthians passou de horroroso para horrível enquanto que meu Paysandu continua na UTI em estado estável, apesar da mudança de médico. Ainda acho que tanto um como o outro andam se espelhando em matéria de futebol. Meu Botafogo ao que parece vai confirmar a tradição dos anos anteriores, larga cuns cacetes e na reta final puxa o freio de mão. O Seedorf desaprendeu tudo que sabia, certamente começou a gostar de pagode. A salvação tem sido o flamengo que ontem empatou com o lanterna com direito a perder gol debaixo da trave e sem goleiro. (Com Elias seu melhor jogador). Para finalizar informo que o trabalho tem impedido a atualização do blog, mas prometo que ainda nesta semana voltaremos com novidades.

sábado, 14 de setembro de 2013

Assim até eu.

Se eu fizesse isso certamente estaria preso e incomunicável, mas com determinadas pessoas nada acontece. Se eu tivesse casado algumas vezes, separado sem estar nem aí para a justiça, já teria no mínimo uns quantos processos de pedido de pensão e outros de prisão por poligamia. Aí me vem um cidadão lá da Vigia e sai casando com "deusas" e o mundo. Soube que já vai para o 11º matrimônio, de papel passado e tudo. Se vale da condição de silvícola, de inimputável. Assim até eu o Caramuru!

Vai ganhar.

Em primeira mão ficamos sabendo que a Gabi Amarantos vai vencer o Medida Certa neste domingo no Fantástico, a moça perdeu simplesmente 2,800 kilos em apenas 1 semana. Há quem diga que teve um aborto.

Prazeroso.

Nada como um bom jantar, um bom uisque, um bom papo e uma boa companhia. Acordei mais feliz.

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

A repaginação musical pela falta de imaginação.

Esse negócio de pegar uma música antiga e repaginar, dar um arranjo moderno, cheio de efeitos eletrônicos tem virado febre e recrutado muitos adeptos. Tem algumas coisas que até gosto, mas já está cansando. Não sou daqueles que defendem que o original tem que ser perpetuado, imutável, porém há cada repaginação que são na verdade mutilações musicais. De acordo com a teoria de Darwin a evolução está presente em quase tudo na vida, porém na música se tem observado uma involução. Há pouquíssima coisa boa, de qualidade, sendo feita, por pura falta de imaginação. Essa turma se mata pensando em fazer letras cheias de onomatopeias, construídas com palavras de fácil memorização tipo “bara, bará, bere, berê”, tentando imortalizar o natimorto. Melodia imortal é aquela que fica pela essência, pela construção melódica, pela harmonia perfeita entre as notas e a poesia. Recordo uma ilação de Paulinho da Viola em seu filme “Meu Tempo é Hoje”, quando disse que Carinhoso do grande Pixinguinha e João de Barros, (completará em 2014 cem anos de idade), é a música brasileira mais cantada de todos os tempos. Prossegue ele, é muito comum se ver em barzinhos jovens de 14 ou 15 anos cantarem Carinhoso, como se conhecessem profundamente Pixinguinha. Pensemos nisso.

Inversão de valores.

Nesta semana assisti uma matéria no telejornal local de economia doméstica. A pauta apresentava pessoas na feira do Ver-o-Peso fazendo compras, quando a repórter entrevista um feirante vendedor de fruta: - Meu senhor quais as frutas que estão com preços mais baratos? Responde o feirante: - A tangerina está custando R$ 5,00 a dúzia, também tem a penca de banana que está custando R$ 6,00....Para aí, stop, stop! Ou seja, a tangerina está com preço de banana e a banana com preço de tangerina. Virou bagunça.

No dos outros é refresco.

Também assisti uma matéria sobre o Círio da Vigia que aconteceu no último domingo. Uma das fiéis entrevistadas relatou que pediu para a padroeira a cura para seus problemas de coração. Jura que melhorou e por conta disso fez uma promessa para a santinha. Que o filho dela iria acompanhar o Círio por 3 anos vestido de anjinho e dentro do barco dos milagres. Em princípio uma grande sacanagem, se beneficia da cura, mas quem paga o mico é o filho. Para piorar a criança tem simplesmente 43 anos, quase quebra o frágil barco dos milagres. Imaginem um barco pequeno cheio de crianças vestidas de anjos, com um anjão enorme no meio. Julgo que seja por esse fato a origem da palavra MARMANJO. Sugiro que em vez de acabarem com os fogos por conta da morte dos periquitos, que se proíbam mães enfermas de fazer promessas no Círio, seja de onde for.

Preconceito de merda!

Esse barzinho resolveu sacanear com a macharada. Está cobrando para uma cagada de mulher somente R$ 2,00, e mais que o dobro (R$ 5,00) por um cagada de homem. De acordo com o dono do bar, o côco de mulher é cheiroso, é só legumes frescos. Já o cocô dos homens tem feijão, macarrão, bucho, gordura de caranguejo, bobó, farinha e cachaça pra porra. Aí perguntamos o porquê o coco das mulheres tem o acento na frente e o dos homens o acento atrás. Disse ele que a mulher quando acaba de cagar usa a duchinha pela frente e o homem usa o jornal por trás.

Alberto Rosenblit no som do blog.

Nesta semana o som do blog vai abrir espaço para o genial Alberto Rosenblit e sua música Navegante, presente em seu último álbum Mata Atlântica (Som Livre – 2013). Para quem não sabe Rosenblit iniciou sua carreira musical juntamente com Mário Adnet, outro cracasso da música.

Coisa linda de ver # 18.

Sugestão.

Vou conversar reservadamente com o Roberto Ferreira da Sol, vou dizer: “Sabes como é, estamos ficando velhos, com artrite nas pernas, esquecendo vez por outra de ir ao banheiro, seria prudente convocares o Boiola e manda executar esse projeto para o Café da Sol, com ele ninguém se quebra mais na escada caracol.”

Não havia pensado nisso.

O gênio da anta que bolou essa placa deve ter pensado muito bem. Chegou a iluminada conclusão, que é muito melhor evitar que a pessoa corte a mão na placa em vez de se abostar na ponte. Há quem diga que nessa cidade todos os moradores são cavalgaduras, pois antes de passar na ponte, primeiro param para pegar na placa.

Crítica Literária # 4.

Passei mais de uma semana para devorar a obra do grande escritor Gueminho Bernardes, o maravilhoso livro “Como fracassar na vida e ser infeliz no amor”. O livro tem 145 mil páginas ensinando os grandes segredos para que você consiga fracassar na vida e ser infeliz no amor. É um livro denso, insípido, incolor e cheio de bolor. Há passagens que você jamais esquecerá na vida, como aquela da página 65.728 onde o autor diz com grande eloquência que um dos requisitos para você fracassar na vida é torcer pelo flamengo. Vale lembrar que logo no início do livro, precisamente no meio da página 56, entre o parágrafo 6º e o 8º, em caixa alta, está escrito: quem cantar o hino do remo, tanto em play-back como em voz alta, terá dado um grande passo para o fracasso.  Embora sejam coisas totalmente opostas, a infelicidade no amor só é alcançada na página 1.000, quando a pessoa descobre que fuder é melhor que amar. Gueminho além de um enorme escritor, tem também muita humildade e generosidade, pois fez questão de classificar sua obra como autoajuda, quando na verdade é um grande empurrão para todos aqueles que ganham um dinheirão e só comem mulheres lindas e gostosas, a jogarem na lama tudo que conquistaram. Por fim encerro com o pensamento filosófico do Irmão do Ajalso quando leu a capa do livro: “Égua pra isso não precisa ensinar ninguém”. Quanta heresia!

sábado, 7 de setembro de 2013

Mais uma beleza.

Vejam e ouçam a beleza da nova composição de Mário Adnet em parceria com o compositor João Cavalcanti (filho de Lenine): Valsa do Baque Virado. Fará parte do novo disco de Adnet.
video

Em off...

Somente o Blog do Condureba teve acesso a conversa particular entre a nossa Presidenta Dilma e o bisbilhoteiro do Obama. Foi um quiprocó danado, bateram mal-a-morte, cuspiram no chão, a coisa foi feia, vejamos:





 

 
 

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

De futebol, arenas e arquitetos invejosos.


Na quarta que passou a diretoria do lião reuniu seus diretores para fazer uma vaquinha e pagar algumas continhas. Aproveitou a reunião para mostrar o projeto do meu queridíssimo amigo Aurélio Meira,(que inclusive já recebeu pelo seu belíssimo trabalho), da nova, da novíssima Arena do Baenão. Vai ficar uma beleza em 48% do atual estádio, pois a outra banda e a bilheteria ainda continuam no modelo rococó. Já tem empresas querendo pagar pelo Naming Right da Arena. O investidor que colocar o nome de “Égua da Mentira”.

Nem bem o Pirão, que não de gosta de se exibir, apresentou o projeto, o Camilo ligou para o Vandick, presidente do Paysandu, se prontificando a fazer de graça o projeto da nova Arena do Papão, cujo Naming Right vai se chamar “Campeones dos Campeones Sete a Zero da Silva”. Em primeiro mão estamos divulgando o projeto do Papão, que convenhamos, como menos dinheiro vai fazer algo bem mais bonitinho.