Músicas, Seriedades, Burridades e Coisas Ogonorantes.

Um blog para quem não tem nada para fazer. Para pessoas que vieram do nada e hoje não tem porra nenhuma.

quinta-feira, 10 de julho de 2014

Isto foi em 2013.

Em 2013 logo após a Copa das Confederações o ex-jogador alemão Paul Breitner esteve no Brasil, e concedeu uma entrevista onde chama atenção para o atraso do futebol brasileiro. Eles, os alemães, já sabiam que não ganharíamos a copa com nossas estratégias obsoletas.
video

4 comentários:

  1. Com todo respeito ao Breitner e seus entrevistadores. Os EUA, na guerra do Vietnã, dispunham de armamento sofisticado e moderno. Os vietnamitas do norte só dispunham de artimanhas e malandragens guerrilheiras. E venceram a guerra. No futebol, o ilógico pode ser estratégico. Não carecem explicações lógicas, nem tergiversações, os fundamentos estratégicos de um ou de outro clube. Acho que discutimos futebol por não termos outro esporte tão envolvente. Futebol, como disseram Karl Marx e o Papa Francisco, é uma coisa indiscutível. Eu também acho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estás falando justamente o que ele disse. Disse que as estratégias em nosso futebol são ultrapassadas, e se assim não fossem, poderíamos sim fazer frente a times mais fortes como fez os vietnamitas. Se leres o que o Tostão escreveu hoje na Folha de São Paulo (Criaram um Monstro), verás quanto estamos ultrapassados, e a continuar o que estamos fazendo nem Karl Marx, Papa Francisco, Vietnamitas e Delduques salvarão essa merda de novos vexames.
      O link do texto do Tostão é: http://www1.folha.uol.com.br/colunas/tostao/2014/07/1484198-criaram-um-monstro.shtml

      Excluir
    2. O Camilo está minimizando. O futebol é da verve brasileira, faz parte da economia e deveria ser tratado com acompanhamento do Estado. Há parecer do STF atestando que a CBF e anexos podem e devem ser fiscalizados. A administração do futebol não pode ser coisa puramente privada, tem conteúdo social, como a propriedade privada o é pela Constituição. O que aconteceu é a ausência do poder (Ministério) público nas contas e ações dos vampiros CBF e comparsas. A Alemanha mudou (vimos o depoimento do ex-jogador alemão aqui mesmo, vaticinando nossa derrota). Perder é normal. 7 x 1 não é normal nem natural e não pode ser minimizado como coisa comum. Paulo Andrade.

      Excluir
  2. O que aconteceu, claramente, é que deu cagaço nos garotos. Nós provavelmente perderíamos para o time teutônico, muito superior, mas o tal "apagão" de seis minutos, foi pura diarreia e tudo por causa da pressão do Felipão que desestabilizou a turma de garotos. O nazista Felipão encheu a cabeça deles de minhoca e quando viram a cobra grande sair, entraram em pânico! Perder seria normal, mas 7 x 1 é demais. Não venha agora o Felipão dizer que foi natural; natural é o ...da mãe dele! Resta agora ganhar da Holanda, que é difícil, mas esperemos não haver outra disenteria mental. Paulo Andrade.

    ResponderExcluir