Músicas, Seriedades, Burridades e Coisas Ogonorantes.

Um blog para quem não tem nada para fazer. Para pessoas que vieram do nada e hoje não tem porra nenhuma.

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

É nosso ou da Assembleia de Deus?

Dia desses vi na TV Cultura no programa Meio de Campo o compositor Alcyr Guimarães, conhecido nos meios artísticos como Dr. Humilde, pelo excesso de humildade que carrega em tudo que faz e diz. O Alcyr estava no programa da Cultura alegando ser o compositor do hino do centenário do meu Paysandu, dizendo inclusive que se sentia honrado por ter sido escolhido pela diretoria do papão, principalmente tendo no Estado gente do maior gabarito para compor tão valiosa peça musical (quanta humildade). Em seguida disse ao vivo e a cores que o lançamento do hino aconteceria no Teatro da Paz, no dia em que o clube completaria 100 anos, ou seja 2 de fevereiro. Na hora achei o local muito humilde para tal lançamento, mas vindo do Dr. Humilde, quem sou eu para achar que o local não estaria a altura do compositor e obviamente do hino. Bom ontem meu Paysandu fez 100 anos, e na programação oficial do clube não constava nenhum evento para o Teatro da Paz, especialmente para lançar o hino do centenário do clube, dizia tão somente que no Mangueirão o músico alvi-azul Marcos André cantaria o hino do Paysandu, como assim aconteceu. E nada do hino do Alcyr. Resolvi pesquisar na internet e encontro um filme raríssimo feito pelo programa camisa 13 no ano passado, onde o nosso compositor Alcyr fala sobre vários temas ligados ao Paysandu e inclusive sobre o mais importante, o hino. Nesse vídeo foi que descobri a razão do Pirão, presidente do lião, ter escolhido o Eduardo Ramos (ex-Paysandu) para ser o maestro do remo este ano. Foi um revide ao fato do Alcyr, ex-maestro do remo, ter se bandeado para o Paysandu. Além disso fiquei sabendo que o Alcyr já gravou 26 CDs, alguns inclusive com músicas que estão imortalizadas no cancioneiro internacional. E por falar em internacional, não sei a razão do Alcyr não ter contado que jogou ao lado de craques do time colorado dos pampas gaúcho, como Falcão, Figueiroa e Valdomiro. Quem assiste o vídeo fica pensando seriamente em se converter para a ordem dos franciscanos, ante o show de humildade do Dr. Humilde. Por fim ele dá uma palhinha do hino do centenário do papão, sem antes dizer que a composição foi abençoada pelo Lamartine Babo, compositor de hinos de times famosos do futebol brasileiro. Nesse ponto sugiro batizarmos o nosso Alcyr de Lamalcyr Bafo, em homenagem ao Lamartine. Bom, voltando ao hino, o homem sentou ao piano e mandou algumas estrofes como vocês terão oportunidade de ouvir. A música é tão contagiante que deve incendiar o ânimo de qualquer jogador, inclusive aqueles com vermes. Depois de escutá-lo atentamente achei que o hino tinha sido encomendado pela Assembleia de Deus, o que não deixa de ser mais um sinal de humildade. Finalizando, se oficialmente o hino do centenário do meu Pasandu for essezinho feito pelo Dr. Humilde, vou torcer pelo Cametá.
video

2 comentários:

  1. Caro amigo ! A bem da verdade, me vejo na vontade de esclarecer alguns pequenos enganos para que não lhe pareça tão insignificante como me vejo agora .
    1) Me perdoe mas nunca falei em Teatro da Paz , até porque infelizmente não faço parte da festa que será feita lá, e minha colaboração foi apenas na sede do Clube o que me honrou muito ,
    2.No Mangueirão também a diretoria do Paysandu achou por bem não tocar e somente lançar o hino do Centenário junto com o selo Comemorativo, o que foi feito.A escolha meu amigo não foi minha , eu apenas tentava colaborar.
    3.Eu foi um atleta das bases do Remo, ( e isto foi dito pela apresentadora ) , nunca sequer joguei pelo time principal ( assim chamávamos naquele tempo),portanto acho que você está sendo cruel comigo , até talvez sem querer.
    4. Não gravei 26 Cds , e sim 26 discos em 50 anos de tentativas e sonhos , ( venho desde a TV Marajoara Canal 2 e Radio Marajoara ZYE 20 pois comecei muito cedo , E meu bom , nunca fui pretensioso em afirmar qualquer fama internacional , mas é verdade que gravei sim alguns discos fora do Brasil (Alemanha,Holanda e Inglaterra) , o que não veja nada tão significante.
    5. Eu jamais falei que Lamartine me abençoou , veja de novo . Foi a repórter , não seja tão duro comigo . Quanto a Lamartine Bafo ? Não entendo seu ataque , juro que nunca lhe fiz mal e se lhe fiz sem saber peço todas as desculpas possíveis e imaginárias.
    6. Quanto aos grandes atletas citados por você , eles jogaram 4 anos depois das partidas que fiz por lá ( O Inter tem um Consul aqui em Belém chamado Sr .Airton , pode confirmar o que lhe digo a vontade ).
    7. Quanto ao hino . O que foi mostrado foi em forma de canção , a gravação querido (se me permitires assim te chamar ), foi como marcha feito todos os hinos do Brasil , quanto a você não gostar , isto eu aceito , afinal o gosto é pessoal , agora te asseguro que foi tão bonito lá na sede a emoção dos humanos que talvez até você gostasse.
    No finalmente bom amigo ! sabe eu sou espírita , na verdade Trabalhador Espírita e provavelmente fomos grandes inimigos em vidas passadas porque você me arrasa sem motivo nenhum , me difama , avilta e enfim como se eu fosse um pária . Não querido Me perdoe então por eu existir e tentar ser um homem de bem , como você o é. Um abraço fraterno e respeitoso. Alcyr Guimarães .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Alcyr,
      Primeiramente informo que o espírito do blog é o humor. Contudo o que escrevemos aqui neste post, retrata simplesmente o que conhecidos seus comentam, daquilo que sai de sua boca. Eu mesmo tive oportunidade de ver ao vivo e a cores seus comentários feitos no programa Meio de Campo da TV Cultura onde você fala que o hino seria lançado no Teatro da Paz. Que bom que você resolveu retificar com tamanho humildade.
      A única exceção que me cabe diz respeito ao Lamartine Bafo, é sem dúvida uma crueldade, como também é crueldade mentir sem humildade.

      Excluir